SP começa a vacinar contra a Covid gestantes e puérperas com comorbidades

Na capital, 24 mil doses da vacina foram reservadas para aplicação em postos de saúde

São Paulo

O estado de São Paulo, gestão João Doria (PSDB), começa a vacinar nesta segunda-feira (17) cerca de 100 mil gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto) maiores de 18 anos com comorbidades.

As grávidas precisam apresentar documento de identificação (preferencialmente CPF) e comprovante de condição de risco (exames, receitas, relatório ou prescrição médica), contendo o CRM do médico. As puérperas também precisam apresentar a certidão de nascimento do bebê.

Na cidade de São Paulo, 24 mil doses da vacina da Pfizer foram reservadas para imunizar esse grupo, que tem até esta quarta-feira (19) para procurar uma das 468 UBSs (Unidade Básica de Saúde) e UBS/AMAs Integradas, entre 7h às 19h, ou os 8 megapostos da capital, das 8h às 17h, para se vacinar. Os drive-thrus não funcionarão, segundo a pasta.

Após essa data, a prefeitura disse que a vacinação estará sujeita a disponibilidade do imunizante, devendo a unidade manter lista de espera para convocação. A segunda dose será aplicada em 12 semanas.

O órgão municipal informou que as unidades de saúde vão priorizar o atendimento desse grupo. Assim que as mulheres chegarem na UBS, não precisarão pegar fila e irão direto para a sala de vacinação.

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde da capital paulista, o motivo de gestantes e puérperas terem um prazo para procurar o imunizante é que a vacina da Pfizer tem um tempo de validade para ser usada após aberta.

A imunização dessas mulheres deveria ter começado na terça-feira (11) com a vacina Oxford/AstraZeneca, entretanto, foi suspensa após um pedido feito pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) um dia antes.

A SMS recomenda que a ida aos locais de vacinação aconteça de maneira gradual, evitando aglomerações nos postos, e com o pré-cadastro no site Vacina Já preenchido, para agilizar o tempo de atendimento.

Profissionais do transporte público

De acordo com o cronograma estadual, nesta terça-feira (18) será a vez de 165 mil trabalhadores do transporte coletivo (motoristas e cobradores de ônibus municipais e intermunicipais) receberem a vacina contra a Covid-19.

Já na sexta-feira (21), o calendário de imunização prevê a vacinação de 670 mil pessoas com comorbidades e 25 mil deficientes permanentes beneficiários do BPC (Benefício de Prestação Continuada) entre 45 e 49 anos.

Dados da prefeitura da capital indicam que a cidade possui 225.939 pessoas nestas condições, sendo 220.224 pessoas com comorbidades e 5.715 deficientes permanentes.

São consideradas comorbidades doenças cardiovasculares, diabetes, pneumopatias crônicas, cirrose hepática, obesidade mórbida e casos de hipertensão. A lista completa está disponível no Vacina Sampa.

Segundo a prefeitura, quem tem comorbidade deve comprovar o seu estado de saúde por meio de exames, prescrição médica, receitas ou relatórios, contendo CRM do médico responsável. Já os beneficiários do BPC precisam ainda comprovar o recebimento por meio de recibo, contracheque ou meios digitais, pelos aplicativos Meu INSS e Meu CadÚnico.

De acordo com a plataforma VaciVida, da gestão João Doria (PSDB), a cidade de SP aplicou até o momento um total de 4.149.345 de doses, sendo 2.710.059 pessoas imunizadas com a primeira dose e 1.439.286 com a segunda.

Quais são os próximos grupos?

  • Grávidas e puérperas com comorbidades (acima de 18 anos): entre 17 e 19 de maio
  • Motoristas e cobradores de ônibus (municipais e intermunicipais): 18 de maio
  • Pessoas com comorbidades (45 a 49 anos): 21 de maio
  • Pessoas com deficiência permanente beneficiárias do BPC (Benefício de Prestação Continuada) (45 a 49 anos): 21 de maio

Locais para vacinação nesta segunda (18)

  • UBSs (das 7h às 19h)
  • AMA/UBS Integradas (das 7h às 19h)
  • 8 Megapostos (das 8h às 17h)

Zona leste

  • Faculdade Santa Marcelina: ruas São João das Duas Barras x Cachoeira Utupanema, Vila Carmosina
  • Auto Shopping Aricanduva: avenida Aricanduva, 5555 (antigo Detran), Aricanduva
  • Lions Club Vila Matilde: rua Coronel. Luis Gonzaga Azevedo, 11, Vila Matilde

Zona sul

  • Unisa Santo Amaro: rua Isabel Schmidt, 349, Santo Amaro
  • Centro Empresarial de São Paulo: avenida Maria Coelho Aguiar, 215 (acesso pelo terminal João Dias ou estação Giovanni Gronchi do metrô), Jardim São Luís

Zona oeste

  • Clube Hebraica: rua Ibianópolis, 781, Jardim Paulistano
  • Allianz Parque: avenida Francisco Matarazzo, 1705, Água Branca

Centro

  • Clube Paulistano: rua Honduras, 1300, Jardim Paulista

Fonte: Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.