Descrição de chapéu Zona Leste

Moradores da Cidade Tiradentes, em SP, enfrentam segunda falta de água em menos de um mês

Sabesp afirma que a causa do desabastecimento é, novamente, problema na rede de energia

São Paulo

Entre a noite de domingo (13) e a manhã desta segunda-feira (14), moradores da Cidade Tiradentes (zona leste de SP) notaram o volume de água diminuir até desaparecer. É a segunda vez no mês que a região passa tanto tempo sem abastecimento durante o dia. Segundo a Sabesp, a situação só deve ser normalizada nesta terça (15).

Por volta das 18h deste domingo, a comerciante Joana Xavier Sousa, 55, notou a redução na quantidade de água. Sua casa tem uma caixa d’água pequena, então, a família começou a economizar. “Na minha vizinhança, todo mundo está sem água”, diz.

0
Moradores da Cidade Tiradentes enfrentam segunda falta de água em cerca de duas semanas. - Gabriel Cabral/Folhapress

Há cerca de duas semanas, Joana foi uma das afetadas pelo desabastecimento no bairro e passou dois dias sem receber água. No último dia 2, o Agora mostrou que moradores ficaram até quatro dias com as torneiras secas. Naquela mesma semana, parte dos moradores receberam água com mau cheiro e ainda enfrentavam irregularidade no abastecimento de água.

Joana afirma que a falta de água em intervalos tão curtos não é comum, exceto quando há reparos na rede durante a madrugada. “Somos um bairro populoso, pagamos nossa conta de água em dia e merecemos ter água na torneira”, afirma.

Moradora do bairro há quatro anos, Beatriz Cristina, 39, é promotora de vendas e também não havia visto longas faltas de água em poucos dias. Em sua casa não há caixa d’água. Desde que o problema começou, por volta das 21h de domingo, Beatriz depende de garrafas de água que havia guardado. Ela também tem contado com a ajuda da sogra, que mora perto e tem uma pequena caixa, para poder tomar banho, cozinhar e lavar louça. “A gente está economizando ao máximo para não acabar, mas se não voltar ficamos totalmente sem”, afirma.

Beatriz diz que as informações não são claras claras. Ela conta que foi informada pela Sabesp que a situação seria normalizada na tarde desta segunda, o que não aconteceu. Já outras pessoas receberam retornos com previsões para a noite ou a madrugada, por exemplo. “A gente fica se sentindo desamparado”, finaliza.

​Resposta

Segundo a Sabesp, a falta de água foi causada por danos na rede de energia elétrica que alimenta a Estação Elevatória de Água Tratada Santa Etelvina, que abastece a água da Cidade Tiradentes. O abastecimento deve ser normalizado em até 24 horas, contando a partir da restauração da energia, feita na tarde desta segunda (14). "Devido ao consumo e às altas temperatura, pontos mais altos e distantes do reservatório poderão levar um tempo maior para a total recuperação”, diz em nota.

A EDP, concessionária de energia, informou que o dano foi causado pela colisão de um veículo com um poste na noite deste domingo (13) em Suzano (Grande SP). A empresa informou que isolou a área após o acidente, mas precisou aguardar o fim da perícia policial para reparar a rede. “O trabalho de recomposição do sistema danificado, com substituição de equipamentos, foi retomado no período da manhã e finalizado às 15h32.”, diz em nota.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.