Voltaire de Souza: Chama o Pazuello

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Voltaire de Souza

Hormônios. Anabolizantes. Injeções.
Não é fácil a vida de uma atleta internacional.
Tristeza nas Olimpíadas.
Jogadora de vôlei é cortada da seleção.
—Doping? Como assim?
O general Perácio acompanhava os fatos.
—É coisa da China. Novamente.
Foi profundo e patriótico o seu suspiro.
—Os comunistas são mestres em acusar sem provas.
O assessor Guarany tentava propor soluções.
—Vamos falar com a ONU.
—Só tem comunista lá.
Perácio pensava.
—Essa menina…
—Quem?
—A que foi cortada..
—O que é que tem?
—Joga no nosso time?
Guarany não conseguia entender.
—Na seleção brasileira, o senhor quer dizer?
O tapa estalou com força sobre a mesa de jacarandá.
—Vai que ela quer prejudicar a imagem do Brasil.
—Bem… a gente pode investigar.
Perácio teve ideia melhor.
—Chama o Pazuello.
—Por que, general?
A ideia era fazer o ex-ministro dar uma explicação.
—Ele diz que ela tomou vacina de Covid.
—Certo.
—E que tudo é efeito da vacina. Fazendo um mal danado.
—Com certeza, general.
—Em vez de virar jacaré…
—Deu n​isso que deu.
Substâncias alteram o físico de atletas.
Mas muita gente alucina por conta própria.

Hormônios. Anabolizantes. Injeções. Não é fácil a vida de uma atleta internacional. - AFP
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.