Com gol de Vagner Love, Corinthians derrota o CSA

No retorno do zagueiro Gil, Timão sofre para conseguir derrotar o vice-lanterna

Marcelo Mora
São Paulo

Parecia filme repetido! O time alvinegro dominou o jogo, não correu riscos em sua defesa, ensaiou por várias vezes uma pressão sobre o adversário, que se defendeu como pôde, e, no final, arrancou uma vitória de 1 a 0 sobre o vice-lanterna CSA neste domingo (14) na Arena Corinthians.

 O gol da vitória foi assinalado por Vagner Love, aos 35min da segunda etapa. Com o resultado, o Corinthians chega aos 15 pontos ganhos e se aproxima das primeiras posições da tabela. O CSA segue com seis pontos, na zona de descenso.

O zagueiro Gil, que retornou ao Corinthians neste domingo (14), tenta dominar a bola na partida contra o CSA, em Itaquera
O zagueiro Gil, que retornou ao Corinthians neste domingo (14), tenta dominar a bola na partida contra o CSA, em Itaquera, pelo Campeonato Brasileiro. - Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Ao menos nos 38 minutos iniciais, o Timão não apresentou nada de novo e o futebol exibido foi o mesmo de antes da parada do Brasileirão para a Copa América

Diante de um time fechado na defesa, a equipe repetiu suas atuações anteriores: manteve a posse de bola, trocando passes laterais até a intermediária defensiva; a partir daí, encontrou dificuldades para abrir espaços na zaga adversária.

 Nessas situações, a principal opção passou a ser a bola alçada na área. E foi o que o Corinthians fez na maior parte do jogo. Aos 9min, por exemplo, a bola veio da esquerda e Pedrinho conseguiu o cabeceio, mas mandou para fora. Em outros dois lances, o árbitro chegou a aguardar a revisão pelo VAR, após pedido de mão na bola pelos corintianos, mas nada foi assinalado pela arbitragem.

Só aos 38min a torcida corintiana teve um vislumbre do que o Timão é capaz quando tem espaço para contra-atacar. Após roubada de bola na intermediária, Pedrinho foi acionado na direita, arrancou livre e enfiou na medida para Love. Na saída do goleiro, o atacante deu leve toque por cobertura, mas o zagueiro se recuperou e salvou o gol.

No começo do segundo tempo, as emoções, mais uma vez, ficaram por conta da intervenção do VAR em lance em que Avelar caiu na área após disputa com Celsinho. Nada foi marcado pela arbitragem, para protesto dos corintianos. 

Como seu time não conseguia ameaçar a meta do CSA, Carille decidiu arriscar e, aos 15min, trocou o volante Ralf pelo meia Régis. Depois, sacou Pedrinho e colocou Boselli, com Vágner Love jogando mais aberto.

As mudanças surtiram resultado. Aos 35min, Boselli fez o pivô e enfiou na medida para Vagner Love, que bateu de virada: 1 a 0. Com a vantagem, Carille não teve dúvida: tirou o autor do gol e botou o volante Gabriel. E o Timão voltou a ser o Timão de sempre.
 

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.