Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão: Milionário Real passa vergonha à brasileira!

Vitor Guedes
São Paulo

Todo dia ela faz tudo sempre igual... Alô, povão, agora é fé! O caríssimo, badalado e paparicado Real Madrid pegou gosto em dar vexame! Ontem, em casa, só empatou com o Brugge, 2 a 2. E por muito pouco o fiasco não foi maior! O Brugge, com todos os deméritos madridistas, abriu 2 a 0 com gols de Dennis. Courtois, com alegadas dores estomacais, nem voltou para o segundo tempo. Com dois gols de cabeça —um gol de Sérgio Ramos e outro de Casemiro, anotado já no fim—, após ficar com um homem a mais, o Real chegou à igualdade na base da pressão e da camisa, mas, com essa bola, não vai longe, não. Courtois, Modric, Kroos, Benzema e Hazard, além de Marcelo, que entrou no segundo tempo, ganham uma fortuna para jogarem muito mais!

Casemiro (à dir.) corre para comemorar o seu gol salvador, que evitou a derrota para o Club Brugge no Santiago Bernabéu
Casemiro (à dir.) corre para comemorar o seu gol salvador, que evitou a derrota para o Club Brugge no Santiago Bernabéu - Oscar del Pozo/AFP

Guardadas as devidas proporções, se os clubes brasileiros não têm o direito de passarem vergonha contra adversários muito mais modestos de centros menos importantes, o Real não pode sofrer contra o Brugge!

Cristiano Ronaldo, que fechou o 3 a 0 sobre o Leverkusen e está na segunda temporada na Juventus , mostrou que é craque até na hora de se transferir... Já Zidane, que soube a hora de sair, na mesma época do gajo, parece não ter sabido a hora de voltar...

Voltando ao lanterna Real Madrid, com a vitória de 1 a 0 do PSG sobre o Galatasaray, resta aos espanhóis lutar pela segunda vaga do Grupo A. E o Real tem obrigação de avançar às oitavas da Liga dos Campeões: “Champions League” é fronhice de quem chama “basquetinho” de “blowjob”!

Tottenham 2 x 7 Bayern de Munique. Parabéns aos alemães! Mas, se é por aqui, os colonizados da geração hat-trick iriam cornetar o nível dos rivais e ridicularizarem o fato de os ingleses terem sido vice-campeões europeus na edição passada.

Noel Rosa: “Quanto a você, da aristocracia, que tem dinheiro, mas não compra alegria, há de viver eternamente sendo escrava dessa gente que cultiva hipocrisia”.

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca!

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.