Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão: Só Jesus salva o futebol brasileiro?

São Paulo

Essa luz, é claro que é Jesus... Alô, povão, agora é fé! O título da Copa América não serviu em nada para mudar a sensação do respeitável público que o ano da seleção brasileira foi decepcionante. E o motivo, não é de hoje, é óbvio: seleção tem de vencer a Copa do Mundo!

Após revolucionar o Flamengo, o técnico português Jorge Jesus pode salvar a seleção brasileira?
Após revolucionar o Flamengo, o técnico português Jorge Jesus pode salvar a seleção brasileira? - Nelson Almeida - 2.out.19/AFP

É o único campeonato que, à vera, vale. No restante do tempo, seleção brasileira não serve para nada. Mas deveria servir para resgatar o amor da torcida pela camisa amarela e a escola brasileira de jogar. O torcedor já vê seu clube jogar de qualquer jeito com o único objetivo de vencer ou não perder, seleção é para ver futebol bem jogado, os melhores em campo, time ofensivo, craques...

É por isso que o português Jorge Jesus está sendo tão elogiado pela torcida e invejado pelos treinadores brasileiros. O Flamengo, que poderia vencer o Brasileiro também marcando e jogando para Gabigol e Bruno Henrique decidirem em uma ou duas bolas, joga privilegiando o ataque, a técnica...

Por isso, não adianta escalar o time do Flamengo com a mentalidade da seleção. Sem falar no espanhol Marí e no uruguaio Arrascaeta, o Atlético de Madrid trocou Filipe Luis por Lodi; Alisson é mais goleiro do que Diego Alves... Apesar da boa fase, há zagueiros brasileiros melhores do que Rodrigo Caio... E se o Gabigol do Flamengo é melhor do que o Roberto Firmino da seleção, o Firmino do Liverpool, sob o comando de Klopp, joga uma barbaridade...

É óbvio que há espaço hoje no grupo da seleção para atletas rubro-negros, casos de Gérson, Éverton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabigol, mas a questão não é trocar Fabinho por Willian Arão e sim parar de jogar de forma covarde, sem alma, sem alegria nem noção da grandeza.

O Tite de 2012, de 2015 e das eliminatórias, em 2017, poderia resolver... Esse atual, não sei não... Só Jesus salva?

Eduardo Galeano: "A memória guardará o que valer a pena. A memória sabe de mim mais que eu; e ela não perde o que merece ser salvo".

 
Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca!
Vitor Guedes
Vitor Guedes

42 anos, é ZL, jornalista formado e pós-graduado pela Universidade Metodista de São Paulo, comentarista esportivo, equilibrado e pai do Basílio

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.