Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão: Abel Ferreira estreia no Verdão com vitória e classificação

A classificação às quartas de final da Copa do Brasil foi uma teta!

São Paulo

Verde, verde que te quero verde, minha alma fez raiz na Barra Funda, berço do meu Carnaval... Alô, povão, agora é fé! Ô, pá, deu Palmeiras, 1 a 0, gol de Gabriel Veron! A classificação às quartas de final da Copa do Brasil foi uma teta! Melzinho na chupeta! Ou, como dizem os patrícios, "pera doce".

Na estreia do treinador português Abel Ferreira, o Verdão só administrou o 3 a 1 aberto pelo "porco acebolado" em Bragança Paulista e em nenhum momento teve a vaga nem a vitória ameaçadas.

O técnico Abel Ferreira em seu jogo de estreia no comando do Palmeiras, contra o Red Bull Bragantino, pelas oitavas de final da Copa do Brasil
O técnico Abel Ferreira em seu jogo de estreia no comando do Palmeiras, contra o Red Bull Bragantino, pelas oitavas de final da Copa do Brasil - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Se Abel Ferreira teve a sorte de receber de Cebola um Palmeiras muito mais organizado, criativo e embalado do que o auxiliar herdou de Vanderlei Luxemburgo, é preciso, por justiça, valorizar o legado (único) da era Luxa: Viña! O lateral esquerdo é muito bom jogador. E, quando o Bragantino insinuava se assanhar e dar uma complicadinha, o uruguaio deu um passe azeitado travestido de cruzamento para Gabriel Veron, com muita categoria, abrir (e fechar) o placar e definir de vez o confronto que já havia sido encaminhado na primeira perna.

No segundo tempo, o jogo não chegou nem a ficar morno. Luan Cândido entrou aos 13, levou amarelo aos 16 e, aos 20, foi bem expulso. Sem chances de correr atrás da classificação, o Bragantino, que precisa de todas as forças para tentar escapar da degola no Brasileiro, tratou de "administrar" a derrota mínima. E o Verdão, que quer voltar à luta pelo título nacional e continua também na Libertadores, dosou as energias e deixou o tempo passar até confirmar o 1 a 0 e a classificação!

A torcida, que já havia cantado e vibrado na véspera com as eliminações de Corinthians e Santos, na Copa do Brasil, e do São Paulo, na Sul-Americana, tem motivos para manter a verde esperança em dias melhores. E olha que na pós-quarentena já deu uma volta olímpica estadual batendo o maior riva!.

*

Fernando Pessoa: "A única maneira de teres sensações novas é construíres-te uma alma nova".

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca! E no agora.com.br!

*

Vai, Corinthians!
Eliminado pelo América-MG (e pelo apito, lixo do VAR incluso, que deu um pênalti absurdo) na Copa do Brasil, resta ao Timão (24/45) lutar para não ser rebaixado. Além da tardia reação do presidente Andrés Sanchez em relação às patéticas arbitragens, vai ter de jogar bola. Palpite de amanhã: Atlético-GO 1 x 1 Corinthians.

Vamos, São Paulo!
Eliminado do Campeonato Paulista (catadão do WhatsApp do Mirassol), Libertadores (com derrota para o Binacional) e da Sul-Americana (levando seis gols do Lanús, que não atuava havia sete meses), o São Paulo de Diniz joga tudo no Brasileirão. Palpites de amanhã: São Paulo 3 x 1 Goiás e Athletico-PR 0 x 1 Fortaleza.

Vitor Guedes
Vitor Guedes

43 anos, é ZL, jornalista formado e pós-graduado pela Universidade Metodista de São Paulo, comentarista esportivo, equilibrado e pai do Basílio

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.