Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Cliente reclama de serviços da Claro

Aposentado afirma que telefone, internet e TV não estão funcionando; veja outras reclamações

Havolene Valinhos
São Paulo

O aposentado Victor Lucena Junior, 75 anos, do Butantã (zona oeste), conta que contratou os serviços de internet, TV e telefone fixo da Claro e, na ocasião, foi oferecida a portabilidade do número telefônico. 

“Após vários dias sem ter o telefone disponível, liguei para a operadora para saber como estava andando a portabilidade e fui surpreendido com a informação de que havia sido cancelada. Não fui informado de nada, se não tivesse perguntado ficaria o resto de minha vida sem telefone”, queixa-se.

O leitor diz que pediu um novo número, mas o técnico instalou um número diferente do que ele havia escolhido. “Informei o número para toda a família e amigos, enfim teria meus contatos telefônicos restabelecidos. Porém, quando o telefone começou a funcionar, no final do mesmo dia, percebi que não era o que tinha sido combinado”, diz.

Lucena Junior relata que em cinco dias teve que fazer seis reclamações. 
“A internet e a TV também pararam de funcionar. Estou indignado com essa situação”, reclamou o leitor à reportagem.

Aposentado afirma que telefone, internet e TV não estão funcionando - Gabriel Cabral/Folhapress

Operadora entra em contato

A Claro informa, por meio de nota de sua assessoria de imprensa, que entrou em contato com o cliente Victor Lucena Junior e solucionou o caso. 

A operadora diz ainda estar à disposição para prestar quaisquer outros esclarecimentos.
Em novo contato com o Agora, o leitor disse que a reclamação foi resolvida. 

Veja outras reclamações

Vivo 

O segurança Mauro Sérgio Candido, 47 anos, de Guaianases (zona leste), afirma que tem um plano da Vivo pelo qual paga a mensalidade de R$ 30. O leitor relata que pagou a fatura com atraso, mas não para de receber mensagens de cobrança no celular. “Até hoje estou recebendo cobrança e, ainda por cima, estou sem o serviço de dados e não consigo fazer ligações. É um absurdo. Já entrei em contato com a central de atendimento da operadora, porém não consigo resolver.” 


Resposta

A Vivo informa, por meio de nota, que a situação do cliente está regularizada.


IPTU 

O aposentado Luis Bruno Bianco, 70 anos, da Vila Clementino (zona sul), afirma que, no dia 19 de fevereiro, deu entrada no pedido de isenção do IPTU e foi informado de que, no prazo de 60 dias, receberia uma resposta, porém, ele reclama que, até o momento, não obteve uma definição por parte da prefeitura. 


Resposta 

A Secretaria da Fazenda de São Paulo informa, por meio de nota de sua assessoria de imprensa, que o processo de solicitação de isenção de IPTU do munícipe Luis Bruno Bianco está na fase final de análise e ele será notificado da decisão em breve. 

Crefisa 

Maria Eleusa Rebouças da Rocha, 67 anos, de São Vicente (65 km de SP), relata que fez um empréstimo consignado na Crefisa, mas reclama dos juros cobrados. “O pior é que não deram nenhum documento para saber qual é o total de parcelas. Não sei quantas faltam, apenas que não estou conseguindo arcar com tudo. Estão cobrando uma prestação no valor de R$ 606,10 e, outra, de R$ 1.090,40.” 


Resposta 

A Crefisa informa que entrou em contato com a cliente e foi estabelecido um acordo entre as partes.

CPTM

" A linha 11- Coral é uma vergonha. O trem vir direto entre Estudantes e Luz é um retrocesso feito por pessoas que não frequentam o percurso", diz Jorge Miranda, 41 anos


Resposta 

A CPTM informa que, em janeiro, toda a frota da linha 11- Coral recebeu novos trens. O fim da baldeação na estação Guaianases beneficiou os passageiros do Alto Tietê, economizando tempo de viagem. Para os passageiros que utilizam só o trecho Luz-Guaianases, há trens vazios nos horários de pico. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.