Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Leitora recebe conta de água de R$ 7.000

Aposentada afirma que não conseguiu pagar o valor e Sabesp cortou o serviço: "Estamos há mais de dez dias sem água", diz ela

São Paulo

A aposentada Idly Tannus, 70 anos, da Vila Bela, região do Aricanduva (zona leste), conta que ficou assustada ao receber uma conta da Sabesp no valor de R$ 7.000.

“Nunca vi algo parecido. Todo esse valor em uma única conta é totalmente desesperador, não sei o que fazer. Não tenho dinheiro para pagar e sei que não gastei tudo isso”, queixa-se a leitora à reportagem do Agora.

Segundo Idly, por não conseguir pagar a fatura, ela acabou tendo o serviço de abastecimento de água cortado pela companhia.

A leitora Idly Tannus, 70 anos, do Aricanduva (zona leste) reclama dos valores cobrados pela Sabesp; “Antes dessa confusão toda, eu pagava R$ 100”, diz a aposentada - Martha Salomão/Folhapress

“Estamos há mais de dez dias sem água. Tentamos argumentar e explicar que a cobrança deve estar errada, mas não quiseram ouvir.”

Ela conta que, há alguns meses, percebeu que os valores cobrados pela Sabesp estavam aumentando, mas não imaginou que chegaria a tanto. “Antes dessa confusão toda, eu pagava R$ 100”. 

A aposentada lamenta o ocorrido e diz que precisa da religação da água. “Já tentei mil e um contatos com a Sabesp, mas não fui ouvida. Na hora de cortar o serviço, eles chegaram rapidinho. Quero uma revisão desta conta, uma visita técnica para avaliar meu registro e a minha água de volta. Não tem como viver dessa forma”, afirma Idly.

Sabesp faz visita a residência 

A Sabesp informa que enviou uma equipe para realizar vistoria no imóvel. A Companhia disse que voltará ao imóvel para fazer novos testes de detecção de possíveis vazamentos. A empresa afirma ainda que providenciou a religação do abastecimento e suspendeu as contas de cobrança para análise, que será feita após a troca e aferição do hidrômetro, e que em 15 será concluída a análise para resposta à cliente.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.