Jac entra na onda elétrica com cinco modelos

Marca anuncia hatch, SUVs, uma picape média e um caminhão movidos a eletricidade

Fernando Pedroso
São Paulo

Em tempos de alta no preço dos combustíveis, o lançamento de carros elétricos ou híbridos é cada vez mais frequente. A Jac já preferiu atuar no atacado e anunciou logo cinco modelos movidos a eletricidade.

Dentro deste leque há um hatch aventureiro, o iEV 20, que será o elétrico mais barato do Brasil por R$ 119.900. As vendas começam em janeiro de 2020. Até lá, o posto de elétrico mais em conta é do Renault Zoe, por a partir de R$ 149.990.

 

O Jac, que é uma versão aventureira e elétrica do antigo J2, tem motor com o equivalente a 68 cv de potência, pode chegar a, no máximo, 112 km/h e tem autonomia de 320 km.

Com o preço do carro, dá para levar 3,5 Renault Kwid básicos, para ficar com um hatch aventureiro, ou só um e comprar mais de 21 mil litros de gasolina com o preço médio atual de R$ 4,08 por litro, segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo).

O modelo que chegará às lojas mais rápido é o iEV 40. O SUV compacto será vendido ainda nesta semana por R$ 153.500. Tem o equivalente a 115 cv e pode chegar a 140 km/h. Segundo a marca, com uma carga, o elétrico pode rodar até 300 km.

Ainda de acordo com a Jac, a versão movida a eletricidade do T40 acelera de 0 a 100 km/h em 9,8 segundos. O "irmão" iEV 20 faz o mesmo em 16 s.

Para julho de 2020, a marca deve lançar um SUV médio, o iEV 60, capaz de rodar até 380 km com uma carga. O preço ainda não foi definido.

O pioneirismo da Jac está nos outros dois lançamentos: uma picape e um caminhão leve.

A caminhonete iEV 330P vai custar R$ 229.900 quando chegar às lojas em abril do ano que vem. A autonomia prometida é de 320 km.

Por fim, o caminhão iEV 1200T com PBT (Peso Bruto Total) de seis toneladas. Vai poder rodar 200 km com uma carga. Com objetivo de fazer entregas urbanas ou viagens rápidas, o utilitário vai custar R$ 259.900 com vendas previstas para começar em dezembro.

Para tentar popularizar seus elétricos, a Jac fez uma parceria com a EDP, que instala o carregador residencial na garagem do cliente. Para recarregar o carro em outro lugar, o cabo opcional custa R$ 3.990.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.