Apesar de novo prazo, usuários correm para trocar Bilhete Único

Passageiros do transporte têm lotado os postos da SPTrans em São Paulo

Mariangela Castro

Apesar de a Prefeitura de São Paulo, gestão Bruno Covas (PSDB), ter prorrogado o prazo para troca do Bilhete Único sem identificação pelo personalizado com foto para 30 de setembro, muitos usuários têm corrido aos postos da SPTrans e enfrentado fila para fazer a mudança --o prazo original terminaria nesta sexta-feira (31).

Postos da SPTrans nos terminais de ônibus ficam cheios de passageiros que estão indo trocar o Bilhete Único sem identificação por outro, com identificação. Porém, muitos não sabiam que o prazo de validade dos créditos dos bilhetes sem identificação foi prorrogado até 30 de setembro. Fila do posto do SPTrans da rua Olavo Egídio, em Santana - Rubens Cavallari/Folhapress

Às 12h desta quarta-feira (29), no Terminal Parque Dom Pedro 2º (região central), cerca de 40 pessoas esperavam para retirar o novo Bilhete Único. 

Alguns usuários que estavam na fila foram ao postos para fazer a troca, sem antes realizar um cadastro prévio no site da SPTrans, como a diarista Ivonete Pereira, 44 anos.

"Eu não sabia que precisava entrar no site antes, achei que fosse só vir aqui com o documento e o bilhete antigo. Também não sabia que o prazo tinha sido estendido para setembro", diz. Como já havia saído de casa, ela fez o cadastro online no posto do Poupatempo próximo ao terminal.

Para a atendente de telemarketing Miracy Cândido, 56, o processo não foi tão simples. Após fazer o cadastro no site e pagar a taxa, ela recebeu um bilhete único com seu nome e CPF, mas sem a foto de identificação. A funcionária do guichê da SPTrans afirmou à usuária que, apesar de estar sem a foto, este novo bilhete seria aceito.

No posto da SPTrans em Santana (zona norte), o sistema havia caído pouco antes das 13h. Apesar disso, cerca de 30 pessoas esperavam na fila para realizar a troca do bilhete sem saber quando a situação seria regularizada. A química Tânia Purian, 52, teve de esperar na fila e não sabia que o prazo havia sido prorrogado.

A decisão de ampliar o prazo para a troca para o fim de setembro foi tomada pela Secretaria de Mobilidade e Transportes. Segundo a pasta, o objetivo é beneficiar passageiros que ainda não conseguiram reduzir o saldo comum no bilhete para menos de R$ 43.

Justiça

A Prefeitura de São Paulo, sob gestão Bruno Covas (PSDB), afirma que ainda não foi notificada a respeito da decisão judicial, da última segunda-feira (27) de suspender a cobrança de R$ 4,57 para o vale-transporte, valor superior à tarifa comum do Bilhete Único (R$ 4,30).

Também disse que que precisará de ao menos dez dias para recodificar os validadores dos quase 15 mil ônibus do sistema municipal.

Resposta

A SPTrans, gestão Bruno Covas (PSDB), afirma que técnicos trabalham no aprimoramento do sistema do Bilhete Único e também na identificação de eventuais falhas operacionais, para a solucionar de forma imediata a oscilação de sistema. Ela também diz que divulga em seu site, redes sociais, cartazes e por meio da imprensa sobre a prorrogação do prazo para a utilização dos créditos comuns excedentes a R$ 43 em cartões emitidos antes de 2014.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.