Homem compra sabão em pó mas leva cocaína para casa

Após denunciar encontro, PM encontrou 80 quilos da droga em mercado

Alfredo Henrique
São Paulo

Três funcionários e o dono de um mercado foram presos no momento em que carregavam uma caminhonete com 30 caixas de sabão em pó cheias de pasta base de cocaína. Ao todo, foram apreendidos 80 quilos da droga, cujo valor está estimado em quase R$ 1 milhão. O flagrante ocorreu no mercado, por volta das 15h desta segunda-feira (15), na região de Ermelino Matarazzo (zona leste da capital paulista). 

 
Quatro homens foram presos no momento em que carregavam uma caminhonete com 30 caixas de sabão em pó, nas quais havia pasta base de cocaína. Ao todo, foram apreendidos 80 quilos da droga, avaliada em quase R$ 1 milhão - Divulgação/Polícia Militar

As prisões ocorreram após um cliente comprar uma caixa de sabão em pó e constatar, após abrir o produto, que dentro dela havia um tijolo de pasta base de coca.  

Segundo a tenente Ana Tomaz, do 2º Batalhão da PM, o cliente, cuja identidade não foi informada, procurou uma base da PM após encontrar a cocaína na caixa de sabão. “Os policiais que o atenderam fizeram a apreensão e apresentaram a droga no 62º DP [Ermelino Matarazzo]”. 

Após a primeira apreensão, policiais militares voltaram ao mercado Praça 11 e flagraram o proprietário, de 49 anos, e mais três funcionários carregando uma caminhonete com caixas de sabão, mas recheadas com cocaína. “Eles ficaram surpresos ao verem os policiais. Três tentaram fugir a pé e o dono do mercado acelerou a caminhonete”, afirmou a tenente. 

O carro com a droga, no entanto, colidiu alguns metros adiante contra um veículo estacionado, na rua Serra de Itaqueri. Os quatro suspeitos foram presos em flagrante. A defesa deles não foi encontrada pela reportagem. O mercado foi fechado após a prisão do quarteto. 

O caso foi encaminhado ao 62º DP que vai investigar a ação dos suspeitos na região. ​

Erramos: o texto foi alterado

O nome do bairro Ermelino Matarazzo foi grafado de forma errada na primeira versão desta reportagem. 

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.