Policial militar é sequestrado após ação contra baile funk

Soldado estava à paisana em pancadão no Parque Novo Mundo; ele foi encontrado horas depois

Patrícia Pasquini
São Paulo

Um soldado da polícia militar foi sequestrado na madrugada de sábado (20) após atuar na Operação Pancadão, realizada até 5h nas imediações da favela da Funerária, no Parque Novo Mundo (zona norte).

A reportagem apurou que, por volta das 3h, ele e o parceiro retornaram ao 5º Batalhão da Polícia Metropolitana para fazer um relatório sobre a operação, que visa acabar com bailes funks na cidade de São Paulo.

Depois, à paisana, ambos voltaram à favela. No local, o soldado abordou um desconhecido e foi cercado por frequentadores do baile. O outro policial conseguiu escapar e pediu ajuda. Homens do Choque da PM e do 5º Batalhão, com auxílio do Helicóptero Águia, iniciaram as buscas pelo soldado. 

Policiais em ação em São Paulo
Policiais em ação em São Paulo - Luiz Carlos Murauskas -08.jul.16/Folhapress

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Militar, ele foi localizado no Hospital Municipal Vereador José Storopolli (Vermelhinho) por volta das 9h30 de sábado. O soldado sofreu escoriações, foi atendido e liberado no início da tarde. Ele estava sem a arma.

A Secretaria de Segurança Pública disse que as circunstâncias do sequestro serão apuradas pela PM, por meio de sindicância administrativa e inquérito. O caso foi registrado no 73º DP (Jaçanã) como tortura e cárcere privado.

Segundo a secretaria, três homens foram conduzidos à delegacia, onde foram ouvidos e liberados. A arma do soldado foi recuperada, segundo a secretaria.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.