Descrição de chapéu Zona Norte

Zona norte tem madrugada violenta com tiros e morte

Dois crimes aconteceram na Vila Guilherme e na Vila Nova Cachoeirinha

Alfredo Henrique
São Paulo

Um homem morreu a quatro ficaram feridos a tiros, em dois crimes diferentes, ocorridos na zona norte da capital paulista na madrugada desta terça-feira (20). Um garçom, 26 anos, acusado de balear duas pessoas foi preso. A defesa dele não foi encontrada pela reportagem. 

Par de tênis e roupa de vítima de briga que terminou em morte na Vila Nova Cachoeirinha (zona norte) - Reprodução

Em um dos casos, segundo a polícia, três homens haviam acabado de sair de um bar, na Vila Guilherme. Por volta da 0h20, um carro, cujo o modelo não foi informado, parou ao lado do trio. 

Ainda segundo a polícia, um suspeito portando duas armas desembarcou do carro, enquanto outro, também armado, ocupava o banco traseiro do carro suspeito. Os dois criminosos atiraram. Duas vítimas, um funileiro e um comerciante, 24 e 67 anos respectivamente, se conheciam. O desempregado Fernando Abrahão, 29, estava sozinho. 
 

Abrahão foi ferido com um tiro na cabeça. Ele chegou a ser encaminhado ao Hospital Municipal Vereador José Storopoli, onde morreu. O funileiro foi baleado na panturrilha direita e o comerciante no braço esquerdo. Ambos foram socorridos e passam bem. Os atiradores fugiram e ainda não foram identificados.

Menos de uma hora depois, no bairro da Vila Nova Cachoeirinha, um garçom foi preso após tentar matar um homem, de 40 anos, após ambos discutirem. 

Segundo a polícia,  depois da discussão o acusado se retirou e voltou com uma arma de fogo. Ele atirou contra a pessoa com a qual havia discutido. Porém, os disparos também atingiram outro homem, 32 anos. 

As duas vítimas foram encaminhadas ao Hospital do Mandaqui, onde permaneciam internadas até a conclusão desta edição.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.