Linha-4 decide tirar seguranças de escudo e touca ninja de estações do metrô

Agentes estavam usando roupas semelhante às da Tropa de Choque da PM paulista

Alfredo Henrique
São Paulo

A concessionária que administra a linha-4 amarela do metrô de São Paulo decidiu tirar as "armaduras" dos seguranças que trabalham em algumas estações. A decisão foi anunciada nesta quarta-feira (16), quando o Agora mostrou que agentes estavam trabalhando com roupas semelhantes às da Tropa de Choque da Polícia Militar.

Agentes de segurança na estação Paulista da linha 4-amarela do metrô de São Paulo, com escudo e touca ninja - Rivaldo Gomes - 14.out.19/Folhapress

A reportagem flagrou funcionários com capacetes, escudos, cotoveleiras e toucas ninja em três estações da linha amarela. A medida, entre outras, teria sido adotada como ação de segurança preventiva. Uma passageira, porém, reclamou do exagero no vestuário. "Dá a impressão de que está para acontecer alguma situação de risco. Parece um cenário de guerra", afirmou a agente de registro Elaine Gomes de Farias, 31 anos.

Especialistas em segurança também criticaram a roupa e os acessórios dos seguranças.

A concessionária ViaQuatro, em nota, disse nesta quarta que a a presença dos “robocops”  do metrô foi “pontual.” 

“A ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da linha 4-amarela de metrô de São Paulo, informa que, entre 7 e 15 de outubro, adotou uma medida pontual na qual integrantes da equipe estratégica de segurança estiveram presentes em alguns horários ao longo do dia nas áreas de transferência das estações Paulista, Pinheiros e Luz”, diz a nota.

“A concessionária esclarece que os agentes de atendimento e segurança da linha 4-amarela atuam nas estações para atender e orientar os passageiros, com foco na prestação de serviço e na segurança. Os colaboradores são permanentemente orientados da importância do comportamento e atuação que respeitem às boas regras de conduta, de acordo com os padrões de atendimento e respeito praticados pela concessionária”, afirma. 

Também em nota, encaminhada à reportagem na sexta-feira (11), a concessionária não mencionou que a atuação dos seguranças com trajes especiais seria temporária. 

“A ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-amarela de metrô de São Paulo, informa que dispõe de integrantes da equipe estratégica de segurança nas estações de maior fluxo de passageiros: Paulista, Pinheiros e Luz. Trata-se de uma medida preventiva de segurança durante os horários de pico. Os vestuários utilizados contam com equipamento tático de defesa [roupa toda preta, capacete, colete e escudo] e os profissionais são os mesmos que atuam nas estações durante grandes eventos", afirmou na sexta.

 
Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.