Descrição de chapéu Grande SP

Imagens contestam as versões de GCMs sobre mortes na Grande SP

Guardas-civis são suspeitos de matar dois homens em Itapecerica da Serra

Alfredo Henrique
São Paulo

Imagens de uma câmera de monitoramento podem mudar as investigação do caso em que dois guardas-civis de Itapecerica da Serra (Grande SP) são suspeitos de matar dois homens em uma suposta troca de tiros durante um assalto em um posto de combustíveis em Itaquaquecetuba (Grande SP), no sábado passado (12).

A namorada de um dos guardas também morreu.

Segundo a polícia, os GCMs afirmam que dois homens, que foram mortos, saíram de um carro estacionado no posto para roubar a moto de um dos guardas. E que eles reconheceram um terceiro suspeito, que também estaria no veículo.

Nas imagens, porém, os dois GCMs estão a paisana perto de uma bomba de combustível conversando. 
Por volta de 14h15, duas pessoas se aproximam ao mesmo tempo que chega um Fiat Siena branco, ocupado por três homens. 

As imagens mostram que uma das duas pessoas a pé saca uma arma e anuncia o roubo. Um deles sobe na moto de um guardas, uma BMW modelo K1.300. 

Carro onde estavam dois homens mortos durante assalto a guardas-civis no sábado (12) - Reprodução

Quando o comparsa se aproxima para subir na garupa, um dos guardas dispara e vai atrás da moto atirando. Em depoimento, os dois GCMs afirmaram que deram 16 tiros cada um. 

Roberta Maria de França, 35 anos, namorada de um dos guardas, morreu no local. Rodnei Alves dos Santos Reis e Bruno Nascimento de Souza, idades não informadas, que estavam no Siena, também foram mortos --as imagens não mostram eles descendo do carro.

O terceiro ocupante do carro, de 21 anos, foi preso acusado de atuar no roubo, mas ele nega. Um dos que fugiu com a moto, de 20 anos, foi detido ao dar entrada em um hospital, ferido no pé direito. O comparsa dele não foi localizado. 

Parentes do trio afirmam que os homens foram a Aparecida (180 km de SP) vender água e sorvetes, por conta do feriado de Nossa Senhora Aparecida. 

A Prefeitura de Itapecerica da Serra afirmou ter afastado os dois guardas das ruas e que instaurou um procedimento interno para apurar o caso. 

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.