Suspeito de matar motorista de aplicativo enforcado é preso

Polícia ainda procura uma outra pessoa que teria participado do crime na Grande São Paulo

Alfredo Henrique
São Paulo

A polícia prendeu nesta segunda-feira (7) um homem acusado de participar da morte de um motorista de aplicativo, enforcado com o cinto de segurança do próprio carro, durante um assalto em 18 de setembro em Itaquaquecetuba (Grande SP).

O suspeito, identificado como “Manga”, foi detido em casa, em cumprimento a mandado de prisão temporária de 30 dias. A defesa dele não foi encontrada pela reportagem. Há um outro supeito, que não havia sido preso até a publicação desta reportagem. 

Elvis Souza Leite, 41 anos, motorista de carro de aplicativo morto em uma tentativa de assalto
Elvis Souza Leite, 41 anos, motorista de carro de aplicativo foi morto em uma tentativa de assalto na noite de 18 de setembro em Itaquaquecetuba (Grande SP) - Reprodução

Segundo a polícia, um adolescente de 16 anos indicou que Manga e outro suspeito, conhecido como “Costela”, pela participação do latrocínio (roubo seguido de morte) de Elvis Souza Leite, 41 anos. Na ocasião, o menor apreendido, que também teria participado do crime, afirmou que um dos dois comparsas havia enforcado a vítima, que morreu no banco traseiro do Fiat Uno cinza que usava para trabalhar. 

A polícia chegou até Manga após ouvir o depoimento de uma estudante, 17 anos, que solicitou a corrida para o trio de criminosos no celular de um conhecido dela - que também já foi ouvido pela polícia.

Leite foi um dos motoristas de aplicativos mortos em ações criminosas no mês passado na capital paulista e Grande SP - ao menos quatro foram assassinados 

O caso 

Segundo a polícia, o menor e dois criminosos acionaram uma corrida na região de Itaquaquecetuba. Elvis Souza Leite aceitou a viagem. O trio embarcou no Fiat Uno da vítima e, após alguns minutos, anunciou o roubo. 

Em depoimento, o adolescente afirmou que assumiu o volante do carro. A vítima foi colocada no banco traseiro, junto com outros dois criminosos. 

Leite teria tentado reagir ao assalto, segundo o adolescente, na rua Valparaíso. Por conta disso, de acordo com depoimento do garoto, ele acabou enforcado com o cinto de segurança dianteiro, do lado do motorista. 

Segundo registro policial, após enforcar o motorista, os dois criminosos saíram do carro, momento em que uma viatura da Polícia Militar passava pelo local. Ao avistar a polícia, a dupla fugiu a pé. 

Dentro do Uno, os policiais encontraram o adolescente e a vítima. Uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamada e constatou a morte de Leite no local. 

O menor foi apreendido em flagrante.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.