Baixada Santista ainda tem 9 desaparecidos

Região sofreu com deslizamentos após fortes chuvas; ao menos 44 pessoas morreram

São Paulo

Nove pessoas continuam desaparecidas na Baixada Santista, segundo a Defesa Civil do estado de São Paulo. A região sofreu com deslizamentos após fortes chuvas. Ao menos 44 pessoas morreram na tragédia.

As cidades mais atingidas foram Guarujá (33 mortes e 9 pessoas não localizadas), Santos (8 mortes) e São Vicente (3 mortes). De acordo com a Defesa Civil, o número de desabrigados, atualmente, é de 196 pessoas em Guarujá e 220 em Santos.

Deslizamento de terra no Morro Vila Baiana, no Guarujá, na Baixada Santista, provocado por fortes chuvas. - Eduardo Anizelli-04.mar.2020/Folhapress

As buscas se concentram apenas na Barreira João Guarda, onde residiam as pessoas ainda não localizadas, de acordo com levantamento municipal.

Ainda segundo a Defesa Civil, foram disponibilizadas 35,5 toneladas de materiais de ajuda humanitária aos municípios afetados, entre colchões, cobertores, cestas básicas, roupas, água sanitária, kits de limpeza, kits de higiene e água potável.

Equipes do Instituto Geológico e do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) ajudam as equipes que atuam no local.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.