Avassalador, Palmeiras busca mais um recorde

Alviverde recebe o lanterna Avaí e prega muito respeito ao rival

Luís André Rosa
São Paulo

Não fosse pelo tapetão, o Palmeiras poderia estabelecer, nesta quarta-feira (13), às 20h, contra o Avaí, no Allianz Parque, um novo recorde na era dos pontos corridos do Brasileiro. Ao longo das 16 edições nenhuma equipe  somou mais do que 23 pontos nas primeiras nove rodadas.


O recorde pertence ao Corinthians, em duas edições (2011 e 2017), chegou a 23 pontos. No campo, o Palmeiras já atingiu 22 pontos, mas três, os da vitória sobre o Botafogo, na sexta rodada, dependem de confirmação do STJD (Superior Tribunal de Justiça Esportiva).

O alvinegro carioca entrou com o pedido de impugnação do jogo sob a alegação de que o juiz Paulo Roberto Alves Júnior (PR) errou no procedimento do VAR (árbitro de vídeo) ao marcar o pênalti, que deu ao alviverde a vitória por 1 a 0, gol do zagueiro Gustavo Gómez, no estádio Mané Garrincha, dia 25 de maio em Brasília. O julgamento ocorrerá na próxima terça-feira, em Salvador.

O zagueiro Edu Dracena tenta controlar a bola durante o treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol
O zagueiro Edu Dracena tenta controlar a bola durante o treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol; defensor está confirmado na partida contra o Avaí. - Cesar Greco - 7.jun.19/Ag. Palmeiras/Divulgação

Alheios ao tribunal, os palmeirenses pensam apenas no que realizar em campo e com extremo respeito ao adversário, que vive situação totalmente inversa neste Brasileirão. Lanterna, o Avaí é o único dos 20 clubes que ainda não conseguiu vencer na competição.

“Esses jogos são mais difíceis de enfrentar do que um clássico, um time grande, quando é de igual para igual. Sem desmerecimento aos atletas, ao time adversário, mas pela mobilização. Porque algumas pessoas falam que é fácil”, afirmou o zagueiro Edu Dracena.

De olho na volta do Brasileiro, após a Copa América, Felipão deve poupar o volante Felipe Melo, o meia Zé Rafael e o atacante Deyverson. Eles estão pendurados com dois cartões amarelos. Se forem punidos, não vão enfrentar o São Paulo, no dia 14 de julho, no Morumbi. 

Comemoração

Antes do confronto contra o Avaí, os jogadores que foram campeões da Taça Libertadores serão homenageados na festa da comemoração dos 20 anos da conquista desse título.

De acordo com o Palmeiras, foram convidados todos os jogadores. Eles entrarão no gramado pouco antes de a bola rolar e receberão placas comemorativas e medalhas. Depois, eles assistirão à partida em um espaço reservado do estádio.

O Palmeiras conquistou a Libertadores no dia 16 de 1999 ao vencer o Deportivo Cali por 2 a 1, no antigo Palestra Itália, no tempo regulamentar. A partida então foi decidida em cobranças de pênaltis. Os palmeirenses venceram por 4 a 3. No jogo de ida, na Colômbia, o dono casa venceu por 1 a 0.

Para essa última partida antes da paralisação do Campeonato Brasileiro, por causa da Copa América, o Palmeiras anunciou ontem que 26 mil ingressos haviam sido vendidos de forma antecipada. A diretoria espera cerca de 35 mil torcedores nesta noite no estádio Allianz Parque.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.