Santos derrota o Corinthians e curte o descanso no sossego

Peixe vence o terceiro jogo seguida e assume provisoriamente a liderança

Luís André Rosa
São Paulo

No último jogo antes da paralisação do Campeonato Brasileiro por causa da Copa América, o Santos aproveitou o fator casa, encurralou o Corinthians, venceu por 1 a 0, nesta quarta-feira (12), e assumiu provisoriamente a liderança do torneio.

Com o triunfo, o terceiro consecutivo neste Brasileirão, o Peixe vai para o descanso com 20 pontos, um a mais do que o Palmeiras, que joga nesta quinta-feira contra o Avaí, no Allianz Parque (leia mais à pág. B5), e tem duas partidas a menos. 

O atacante Eduardo Sasha comemora o seu gol, que deu a vitória ao Santos sobre o Corinthians, na Vila Belmiro, pelo Brasileirão
O atacante Eduardo Sasha comemora o seu gol, que deu a vitória ao Santos sobre o Corinthians, na Vila Belmiro, pelo Brasileirão - Ivan Storti/Santos FC/Divulgação

Nas três vitórias seguidas do Peixe teve gol do atacante Eduardo Sasha. Ele fez um gol sobre Ceará em Fortaleza, e diante de Atlético-MG e Corinthians, na Vila Belmiro.

“A gente vem em uma sequência boa. Voltamos para casa, jogar aqui com o estádio lotado faz diferença. O time todo está de parabéns”, disse Sasha, cinco gols na competição e artilheiro empatado com o goleador flamenguista Gabigol.

A situação do Corinthians é preocupante. O alvinegro paulistano estacionou nos 12 pontos, com uma partida a mais do que os palmeirenses. Além da segunda derrota no torneio, outro dado desanimador é a falta de poder ofensivo dos comandados de Fábio Carille. A equipe completou a terceira partida sem gol.

“Fizemos uma boa partida, nós tivemos chances e o que faltou foi marcar um gol”, disse o volante Ralf.
Foi o quinto encontro entre os alvinegros no ano. A vantagem passou a ser dos santistas, com duas vitórias contra uma dos corintianos. Os outros dois jogos terminaram empatados.

A exibição seguiu um roteiro do Pacaembu no último clássico, quando o Santos também venceu por 
1 a 0. Na ocasião, porém, o Corinthians foi mais competente, levou a disputa dos pênaltis e rumou para ganhar o tricampeonato do Campeonato Paulista.

Se não deu muito trabalho ao goleiro Walter, o Peixe ganhou de goleada na posse de bola e ficou boa parte da partida no campo do adversário, que armou uma barreira de nove homens à frente da sua meta.

Foi com paciência, toque de bola, abrindo os jogo pelas laterais e infiltrações que o Peixe furou a retranca do Timão. Dessa maneira, a bola chegou aos pés de Eduardo Sasha, que anotou o gol da vitória, aos 15min do segundo tempo.

Após o apito final, indignado com a marcação errada de um impedimento, Fábio Carille entrou em campo, discutiu rispidamente com o Wagner Magalhães e foi retirado de campo pelos seus jogadores.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.