Revalidação do Bilhete Único Estudante pode ser feita pela internet

Processo é para alunos que já tiveram dados de matrícula enviados à SPTrans

Mariangela de Castro
São Paulo

Estudantes de São Paulo já podem fazer todo o processo de revalidação do Bilhete Único Estudante pela internet, sem a necessidade de comparecer presencialmente a um dos postos de atendimento da SPTrans (empresa responsável pelo transporte municipal). 

Câmera instalada sobre o validador do Bilhete Único faz o reconhecimento facial para identificar quem passa pela catraca - Rivaldo Gomes/Folhapress

O processo online pode ser realizado pelos alunos que já tiverem seus dados de matrícula encaminhados para a SPTrans pela instituição de ensino. A consulta deste encaminhamento pode ser feita no site: http://www.sptrans.com.br/estudante

Após os dados serem confirmados, o mesmo site gera um boleto, cujo pagamento pode ser realizado na rede bancária e em lotéricas. O valor da taxa de revalidação do cartão é equivalente a sete tarifas básicas vigentes, ou seja, R$ 30,10

O código de barras do boleto também pode ser enviado ao celular do estudante por mensagem SMS e pago através dos aplicativos Ponto Certo, Qiwi, Cittamobi e Banco do Brasil (para correntistas), e através da página "Bipay" do Facebook, diretamente pelo Messenger. 

Caso o valor da renovação do Bilhete Único já tenha sido pago pelo estudante no início de 2019, não é necessário pagar novamente. A instituição de ensino deve apenas confirmar a rematrícula do aluno para o segundo semestre. 

Através do site http://www.sptrans.com.br/estudante/, também pode ser consultado se um estudante possui ou não direito à gratuidade do transporte público. 

Para isso, é necessário clicar no banner “meia tarifa ou tenho direito à gratuidade?” e responder uma série de perguntas sobre a instituição de ensino (se é pública ou privada), o tipo de curso (médio, técnico ou superior), se possui renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo (R$ 1.497), se mora na cidade de São Paulo e se tem um NIS (Número de Identificação Social) válido.

A partir da combinação das respostas, o sistema informa automaticamente se o estudante possui ou não direito à gratuidade e, se possuir, como cadastrá-la.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.