Mulheres com casos de suspeita de coronavírus viajaram para Tailândia e Vietnã

Pacientes, que retornaram recentemente ao país, estão internadas em hospitais de Belo Horizonte

São Paulo

Dois casos de suspeita de coronavírus são analisados em Minas Gerais. No estado, já foram notificados, ao todo, quatro casos suspeitos, sendo dois deles descartados após realização de exames e estes outros dois que ainda estão em investigação.

O Ministério da Saúde trabalha na fase chamada de contenção, com a identificação de casos. Dos 20 suspeitos, 11 são em São Paulo

Passageiros e funcionários usam mascaras de proteção no Aeroporto de Guarulhos, após primeiro caso do Coronavirus no Brasil . - Zanone Fraissat/Folhapress

As duas mulheres com suspeitas em relação à doença, uma de 25 anos e a outra de 57 anos, têm histórico de viagens recentes à Tailândia e ao Vietnã, países citados pelo Ministério da Saúde como de risco para contaminação. Entretanto, segundo a Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais, gestão Romeu Zema (Novo), não existe "vínculo epidemiológico entre eles".

Uma das pacientes está internada em isolamento hospitalar da rede suplementar do município de Belo Horizonte e a outra está internada em isolamento no hospital Júlia Kubistschek, que faz parte da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais, também localizado na capital. As duas apresentam quadro de saúde estável.

Ainda de acordo com a secretaria, "o Estado de Minas Gerais está tomando todas as medidas necessárias para contenção do vírus, conforme orientações do Ministério da Saúde e Organização Mundial de Saúde. A confirmação do caso em São Paulo corrobora o alerta já emitido e os fluxos já definidos".

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.