Prefeitura multa 78 motoristas de aplicativos

Por não cumprirem nova regulamentação

Yala Sena
São Paulo

A Prefeitura de São Paulo multou 78 motoristas de aplicativos por não cumprirem a nova regulamentação que entrou em vigor em abril. A ação foi entre 24 de abril e 1º de maio, quando fiscalizou 965 veículos.

A gestão Bruno Covas (PSDB) começou a retirar das ruas carros irregulares que não estão no Conduapp (Cadastro Municipal de Condutores), exigido pela nova resolução. Os motoristas foram multados em R$ 5.100.

O Departamento de Transportes Públicos disse que o carro retido durante a blitz é encaminhado a um pátio.

Os carros ao transporte de passageiros têm que ter no máximo oito anos, serem vistoriados e deverão ter identificação da empresa, nome e foto do motorista visível ao passageiro.

O presidente da Associação de Motoristas de Aplicativos de SP, Eduardo Lima Sousa, disse que vai pedir a anistia das multas, alegando que não houve tempo suficiente para a comunicação a todos os cem mil motoristas. “Absurdas as apreensões, principalmente pela multa exorbitante que o motorista não tem condições de pagar.”

A legislação instituiu um calendário para que motoristas de aplicativos possam realizar a vistoria obrigatória de forma escalonada ao longo do ano, pelo final da placa. Será realizada a partir de junho, para placas final 1.

A Uber diz orientar “todos os motoristas sobre as exigências da regulação municipal” e que envia diariamente à prefeitura dados necessários para a fiscalização. A 99 não respondeu.
 

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.