Descrição de chapéu Coronavírus Zona Sul

UBSs da periferia de São Paulo têm baixa procura por vacinação

Em duas horas, somente dois idosos foram imunizados em postos do extremo sul da capital paulista

São Paulo

No terceiro dia da vacinação contra a Covid-19 em pessoas com mais de 90 anos na cidade de São Paulo, as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da capital paulista vacinaram poucos idosos nesta segunda-feira (8).

Entre o período da manhã e o início da tarde, a reportagem do Agora percorreu três unidades na zona sul de São Paulo. Em cerca de duas horas nesses locais, só foram vistos dois idosos sendo imunizados, ambos na UBS Jardim Castro Alves, na região do Grajaú.

Idosa recebe dose da vacina contra a Covid-19 no primeiro dia de imunização em UBS na Mooca, zona leste da capital paulista - Rivaldo Gomes - 5.fev.2021/Folhapress

"Foi muito bom ter tomado a vacina. Agora é só esperar a segunda dose para poder ter mais liberdade", disse a aposentada Onezina Costa Cruz, 90 anos, que foi uma das imunizadas no posto localizado no extremo sul da cidade. Ela foi acompanhada da neta, de 47 anos. A outra pessoa que recebeu a aplicação foi um idoso de 90 anos que chegou ao local dirigindo o próprio carro.

A unidade abriu às 7h, mas somente por volta das 10h foi colocada uma faixa do lado externo do posto alertando sobre a vacinação. Outro problema no local foi a falta de informações corretas. Ao ser questionada por uma cidadã sobre qual seria o público que já poderia receber a primeira dose, uma funcionária disse, erroneamente, que seriam pessoas acima de 85 anos. Para esse grupo, o início da campanha está previsto para o dia 15.

Na UBS Jordanópolis, em Cidade Dutra, não havia nenhum paciente na área destinada à imunização. Por volta de 11h30, uma funcionária disse que, até aquele momento, somente uma idosa havia sido vacinada no local nesta segunda-feira. Nenhuma faixa foi colocada para avisar sobre a campanha.

Já na UBS Cupecê, na Vila Santa Catarina, uma tenda foi colocada no estacionamento para imunizar os idosos. Porém, não havia nenhum profissional por ali. Do lado de fora, uma faixa indicava o início da imunização, mas o portão do estacionamento estava fechado.

Questionado, um funcionário disse que as aplicações estavam sendo feitas, mas que o movimento estava baixo por causa da faixa etária. "Não tem muita gente com mais de 90 anos por aqui", afirmou.

A baixa procura nas UBSs destoa da alta movimentação nos pontos criados pela administração municipal para vacinação no modelo drive-thru. No estacionamento da Arena Corinthians, na zona leste, idosos chegaram a ficar uma hora e meia na fila esperando pela tão aguardada dose.

Proporção de idosos na periferia

Dados da Fundação Seade disponíveis no site da prefeitura de São Paulo, gestão Bruno Covas (PSDB) mostram que a proporção de idosos é menor em distritos mais longes do centro e com IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) mais baixo.

No distrito do Grajaú, somente 1,57% da população tem mais de 75 anos. Em Cidade Dutra, a proporção é de 2,92%. A média de idosos maiores de 75 anos na capital paulista é de 3,79%. Em alguns bairros com população mais rica, o percentual chega perto de 10%. É o caso de Alto de Pinheiros (9,52%), Jardim Paulista (8,68%) e Consolação (8,26%).

Outro lado

Por meio de nota, a Secretaria Municipal da Saúde informou que os funcionários da UBS Jardim Castro Alves foram reorientados para passar a informação correta à população a respeito dos públicos-alvo.

Sobre a ausência de faixa avisando sobre a campanha na UBS Jordanópolis, a pasta disse que o material foi afixado ao longo desta segunda. "Vale salientar que todas as Unidades Básicas de Saúde com Estratégia de Saúde da Família estão vacinando os idosos em domicílio, evitando aglomerações e protegendo a saúde deste público-alvo", acrescentou.

A respeito da tenda vazia na UBS Cupecê, a secretaria afirmou que o espaço passaria a ser utilizado a partir desta terça-feira (9). A pasta disse ainda que o posto possui duas salas de vacinação e que "foi organizado um fluxo para vacinação contra a Covid-19 de idosos acima de 90 anos em domicílio".

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.